Desde sua inauguração em 1961, o Hospital Universitário da Universidade Federal de Sergipe (HU-UFS) em Aracaju jamais contou com uma unidade exclusiva para o atendimento neonatal. Essa realidade, contudo, está próxima de mudar. Após obter a verba necessária através do líder no Congresso Nacional André Moura (PSC-SE), a construção da Unidade Materno-infantil do HU-UFS, orçada em R$ 15,7 milhões e previsão de conclusão em um ano, foi autorizada na noite desta quarta-feira (13) pelo ministro da Educação, Mendonça Filho. 
“Podemos falar numa revolução para Sergipe. Em 56 anos de existência, a população atendida pelo Hospital Universitário nunca sequer sonhou com uma estrutura desse porte. Agora, graças ao nosso esforço, vamos tornar esse sonho realidade, garantido conforto e segurança às futuras mães sergipanas”, enfatizou o líder. Já Mendonça Filho destacou o valor social da unidade. “Uma unidade educativa que será fundamental para melhorar a saúde pública em Sergipe. Também é, para mim, um privilégio assinar essa ordem de serviço ao lado do líder André”.
Emocionado, o reitor da UFS, Ângelo Antoniolli, explicou a importância da unidade hospitalar no contexto educacional. “Esta é uma noite histórica. Pela primeira vez, em mais de meio século de existência, o HU contará com a tão sonhada unidade materno-infantil. Serão quase sete mil metros quadrados, divididos em seis pavimentos, com 118 leitos para atender gestantes e bebês. Saio daqui extremamente feliz e orgulhoso pelo trabalho que André Moura tem feito por nós”.
Também participaram da solenidade de assinatura da ordem de serviço no MEC o senador Eduardo Amorim (PSDB-SE), o prefeito de Estância Gilson Andrade (PSL), o prefeito de Itabaiana Valmir de Francisquinho (PR), o presidente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) Kleber de Melo Morais, o superintendente da Ebserh em Sergipe Walter Santana Filho, e os vereadores de Estância André Graça (PSL), presidente da Câmara Municipal, e Misael Dantas (PSC), líder do prefeito estanciano naquele Parlamento.
Fonte: Ascom André Moura

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here