Na gestão do prefeito de Aracaju João Alves Filho (DEM), foi firmado contrato com empresade telefonia que doou em regime de comodato 1.500 aparelhos.

A gestão foi encerrada no último 31 de dezembro e muitos desses aparelhos sumiram e outros não foram devolvidos com os devidos acessórios, segundo fontes da prefeitura.

Estima-se em R$ 500.000,00 (meio milhão de reais) o prejuízo da PMA se os aparelhos não forem devolvidos.

Fonte: NE Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here