O romantismo do cantor Luan Santana e o misto de agito e sensualidade da cantora Claudia Leitte marcaram o segundo dia do Festival da Virada Salvador, que nesta sexta-feira (29), recebeu 300 mil pessoas.

O evento, com shows gratuitos, acontece na Arena Daniela Mercury, montada na orla do bairro da Boca do Rio, na capital baiana, e segue até o dia 1° de janeiro.

Antes mesmo de ser anunciado no palco, Luan já ouvia os gritos dos fãs. Dezenas se espremiam na grade, em frente ao palco, para ver o cantor mais de perto.

Quando ele surgiu, cantando “Eu, você, o mar, e ela”, o público foi ao delírio. “Quero uma salva de palmas para Salvador, para vocês. Essa galera está fazendo uma festa maravilhosa. Não tenho dúvidas de que é o melhor réveillon do país”, disse o cantor. Como resposta, além das palmas, o público entoava o grito de “Luan, eu te amo!”.

E o carinho com o cantor não ficava apenas nas palavras. Muitos mimos, entre eles, vários ursos de pelúcia, foram jogados pelos fãs no palco. Luan recolheu todos e agradeceu.

Por sua vez, também presenteou o público com uma toalha com a qual tinha acabado de enxugar o suor. A peça, atirada no meio do povo, foi bastante disputada.

Luan Santana foi presenteado com ursinho de pelúcia e ele agradece com carinho (Foto: Evilânia Sena/Secom)

Do palco, era até difícil contar a quantidade de cartazes e faixas com mensagens de carinho do público para o cantor. Um deles estava nas mãos da estudante Denise Santos, de 19 anos, que saiu da cidade de Feira de Santana, a 100 quilômetros de salvador, para ver o ídolo.

Ao som de canções como “Eu não merecia isso”, “Mesmo sem estar” e “Cê Topa”, o sertanejo levou muita emoção ao fãs, e viu muitos deles chorar em meio à apresentação. Foi o caso da também estudante Paula Oliveira, de 18 anos. De tão apertada que estava no meio do público, não conseguiu abrir os três cartazes que confeccionou em homenagem a Luan.

Quando chegou a vez de Claudinha, ela colocou todo mundo para dançar ao som de músicas como “Claudinha Bagunceira”, “Taquitá”, “Cartório” e “Lacradora”, canção recém gravada com Maiara e Maraisa.

Ela e todos os demais integrantes da banda subiram ao palco vestidos de branco.

“Hoje estou com um look branco monocromático. Há um tempo eu adotei tudo branco, palco branco, e tem uma explicação para isso. Eu fui criada no Centro Histórico de salvador. Vivi a minha vida inteira no bairro da Saúde e o branco significa paz e saúde. E é isso que quero para todo mundo”, contou.

Primeiro, a cantora apareceu com um look que cobria as pernas. Depois, tirou a parte de baixo e ficou com um body branco brilhante, que a permitiu ficar ainda mais sexy.

Enquanto cantava “Baldin de Gelo” desceu até o chão e ouviu elogios do público, que gritava: “tá gostosa, tá gostosa”. Antes de subir ao palco, a artista também falou sobre o corpo e comentou um post feito por Ivete Sangalo, que elogiou seu porte físico.

No momento mais fofo da noite, Claudia chamou os dois filhos, Rafael e Davi, para cantar a música “Lacradora”. Os meninos ficaram tímidos e não acompanharam a musa na letra, mas desejaram ao público um feliz ano novo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here