Com seu traçado gigantesco, que atravessa uma floresta, ou com o desenho menor adaptado para a Fórmula 1 atual, Nurburgring segue como um dos principais templos do automobilismo mundial. Mas isso não impediu que o circuito deixasse o calendário da categoria por problemas financeiros a partir de 2013. Só que com um novo gestor à frente do autódromo e também da F1, o palco pode retornar já em 2019.

– Gostaríamos muito de ter a F1 de volta em Nurburgring em 2019. Mas isso só será possível se levarmos as condições econômicas em consideração. Mas podemos afirmar que estamos conversando com o dono da F1, a Liberty Media – afirma, Mirco Markfort, novo gestor do autódromo alemão.

As chances de retorno são grandes, já que os novos donos da F1 querem manter as corridas lendárias na Europa. Assim, depois de um hiato de um ano, o GP da Alemanha retorna em 2018 na pista de Hockenheim. Este ano também tem a volta do GP da França (no circuito de Paul Ricard), ausente da categoria desde 2008.

Nurburgring sediou 40 GP’s, com o primeiro em 1951 ainda no traçado desafiador de Nordschleife, mas acabou deixando a categoria após o acidente de Niki Lauda em 1976. Contudo, retornou para as temporadas de 1984-85 com o traçado mais curto e também em 1995 pegando carona no sucesso de Michael Schumacher.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here