Carlos Tevez está de volta ao Boca Juniors para defender o clube que o revelou pela terceira vez na carreira. Desta vez, entretanto, o retorno não é tão em grande estilo como da última vez, quando ele acabara de levar a Juventus à final da Liga dos Campeões. Depois de um ano na China, ele deixa o Shangai Shenhua com quatro gols marcados em 16 partidas disputadas – ou 1.300 minutos em campo. Para isso, segundo o jornal “Olé”, recebeu US$ 40 milhões (R$ 155 milhões na cotação atual) de salário, o maior do futebol mundial, e conquistou um título, a Copa da China, como coadjuvante.

Durante a estadia na China, Tevez acumulou polêmicas e amargou mais de uma vez o banco de reservas por, segundo o treinador, estar fora do peso ideal. Entre idas e vindas à Argentina, ele criticou o nível do futebol local e foi devidamente repreendido pelo porta-voz de seu próprio clube, Ma Yue, que disse à época concordar com a postura de mantê-lo fora da equipe principal.

– Tevez deveria ter compreendido, já que claramente não pode ser titular unicamente por sua fama – escreveu Yue no Weibo, rede social chinesa.

Segundo o técnico do Shanghai Shenhua, o atacante está fora do peso ideal e, portanto, não tem condição de jogar.

De contrato rescindido no Shanghai Shenhua, o atacante retornou nesta semana à equipe que o formou. O clube anunciou o acerto no fim da tarde desta sexta-feira nas redes sociais, com uma imagem do jogador já com a camisa xeneize e a mensagem: “Tevez voltou para casa!”. As declarações de amor foram recíprocas.

Carlitos foi parado por repórteres em Cardales, bairro da região metropolitana da capital argentina onde o Boca realiza sua pré-temporada, e disse meia dúzia de palavras de dentro do carro.

– Venho com gana de treinar e somar – resumiu.

Tevez na China

  • Gols: 4
  • Jogos: 16
  • Minutos: 1297
  • Salário: US$ 40 milhões (R$ 155 milhões na cotação atual)

Um dos jornalistas perguntou o que significa para ele o retorno ao Boca Juniors, e ele respondeu:

– Nunca saí.

De acordo com o jornal “La Nacion”, Tevez será apresentado na próxima segunda-feira. Revelado pelo Boca, o atacante saiu em 2005 para acertar com o Corinthians antes de passar por West Ham, Manchester United, Manchester City e Juventus, retornando à Bombonera em 2015. Depois de um ano e meio e um título do Campeonato Argentino, o atacante foi para o Shanghai Shenhua em janeiro de 2017 para se tornar um dos jogadores mais bem pagos do mundo, mas sem conseguir sucesso em campo.

 Fonte GE

                  Ivana Tôrres

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here