NE Notícias passou a tarde de sábado e todo o domingo pedindo, insistentemente, a políticos governistas que estiveram no ato de apoio à pré-candidatura de Belivaldo Chagas (MDB) ao governo do Estado, em São Cristóvão, que mandasse a lista de prefeitos que participaram do encontro.

Foram sucessivas mensagens via whatsApp.

Para outros assuntos, resposta rápida.

Sobre a lista de prefeitos, nada.

No release enviado à imprensa, incluindo NE Notícias, não há referência aos prefeitos.

Ontem, 5, os números variavam entre 12, 17 e 20.

FRACASSO TOTAL!

O fiasco começou quando foi criada, no início da semana, a perspectiva da presença de 50 prefeitos.

A adesão foi baixíssima.

E o que é pior: nem todos os prefeitos que lá estavam apoiarão Belivaldo.

Gente do bem, o Galeguinho pode ganhar ou perder a eleição. Faz parte do jogo.

Mas diante do que foi anunciado, e a adesão propriamente dita, o ato de sábado foi uma humilhação.

Ficou claro o quanto o grupo depende da mão política de Jackson Barreto (MDB).

Ele não articulou o encontro.

Não por traição a Belivaldo, mas por não estar encontrando saídas administrativas e políticas para o governo e o grupo em pleno ano eleitoral.

No primeiro mês do ano, combalida, a Sefaz repassou muitíssimo pouco para as demais secretarias, algumas essenciais para a recuperação do governo.

Até o dinheiro dos combustíveis, para alunos especiais que dependem do Estado para frequentar três escolas, chegou atrasado.

As dívidas com empresas, que já eram grandes, aumentaram nos primeros 31 dias de 2018.

O financiamento da Caixa Econômica Federal, de R$ 560 milhões, continua longe e as rodovias, esburacadas, provocando acidentes, atropelando, matando.

O grupo depende da recuperação do governo, que vai muito além das medidas anunciada

Fonte NE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here