As inscrições para o Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) referentes o primeiro semestre de 2018 estarão abertas entre 19 e 23 de fevereiro. O Novo Fies divide o programa em diferentes modalidades, conforme a renda familiar do candidato.

Novas regras para o Fies começam a valer em 2018

São 310 mil novas vagas para 2018. Na primeira modalidade, serão ofertadas 100 mil vagas com juros zero para os estudantes que tiverem uma renda per capita mensal familiar de até três salários mínimos. Candidatos incluídos nessa situação começarão a pagar as prestações respeitando o seu limite de renda; dessa forma, os encargos diminuem consideravelmente.

As outras duas modalidades de financiamento são para estudantes com renda familiar de até cinco salários mínimos. Para atender a essa parcela de candidatos, o Novo Fies terá recursos dos Fundos Constitucionais e de Desenvolvimento.

— O estudante passará a conhecer o valor integral do curso a ser financiado durante a assinatura do contrato. Isso melhora as condições de financiamento para o candidato, e essa transparência também vai ajudá-lo a escolher melhor o curso e a instituição, afirma o diretor de Políticas e Programas de Educação Superior do Ministério da Educação, Vicente Almeida.

Primeira edição de 2018 do Sisu tem mais de 2,1 milhões de inscritos

Inscrições

Para poder concorrer a uma vaga, o candidato deverá cumprir por antecipação os seguintes requisitos: ter feito uma das edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, com média igual ou superior a 450 pontos, e não ter zerado a redação.

As inscrições serão realizadas exclusivamente pela internet, no site do Fies Seleção. Em caso de pré-seleção em uma das vagas disponíveis para financiamento, o estudante deverá complementar informações da sua inscrição e, posteriormente, fechar a contratação do financiamento.

Poderão ser financiados os cursos de graduação com conceito maior ou igual a três no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) ofertados pelas instituições de ensino superior participantes do Fies. Também poderão participar do programa os cursos que, ainda não avaliados pelo Sinaes, estejam autorizados para funcionamento pelo cadastro do MEC. Durante o curso, o estudante deve ter rendimento para ser aprovado em todas as matérias.

Fonte R7

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here