A sudoração excessiva, um transtorno conhecido como hiper-hidrose, é um problema que se caracteriza pela segregação anormal de suor, não necessariamente relacionada com o calor ou a atividade física.

Supõe um grande incômodo para quem a desenvolve, não só porque os fluidos podem empapar a roupa, mas também porque podem vir acompanhados de cheiros desagradáveis que dificultam as relações no entorno social, de trabalho ou sentimental.

Pode ser aliviado com o uso de produtos antitranspirantes. Porém, em ocasiões, é necessário recorrer a outras terapias e remédios para poder controlá-la de forma mais efetiva.

Por sorte, antes de ter que recorrer a um tratamento farmacológico, podemos preparar uma série de soluções naturais que ajudam a regulá-lo para que não afete a qualidade de vida.

A seguir, queremos repassar algumas de suas causas associadas e 5 tratamentos alternativos que podem favorecer seu alívio.

Quais são as causas da sudoração excessiva?

A sudoração é o mecanismo que o corpo usa para se refrescar. O sistema nervoso ativa as glândulas sudoríparas quando, por alguma razão, a temperatura do corpo se eleva acima do normal.

Este processo também acontece quando ocorre um estado de nervosismo ou ansiedade.

Nos pacientes com hiper-hidrose, as glândulas sudoríparas se tornam hiperativas e segregam fluidos inclusive em estado de repouso.

Os fatores relacionados com esta condição incluem:

  • Descontroles hormonais (gravidez, menopausa, dentre outros)
  • Diabetes mellitus
  • Problemas tireoideos
  • Transtornos do sistema nervoso
  • Doenças do coração ou dos pulmões
  • Doença de Parkinson
  • Insuficiência cardíaca
  • Sobrepeso e obesidade

Sintomas da sudoração excessiva

A maioria das pessoas segrega suor quando faz exercício ou algum tipo de força física. Porém, os pacientes com hiper-hidrose experimentam este sintoma com mais frequência do que o normal.

As regiões mais afetadas são aquelas que concentram maior quantidade de glândulas sudoríparas:

  • Mãos
  • Pés
  • Axilas
  • Rosto e pescoço
  • CostasSuas manifestações incluem:
    • Umidade constante nas palmas das mãos e nos pés
    • Sudoração visível que empapa a roupa
    • Descoloração da região afetada
    • Maceração da pele
    • Mau cheiro corporal
    • Rachadura da pele

    Remédios naturais para controlar a sudoração excessiva

    Se o excesso de sudoração interferir na vida cotidiana, o melhor é consultar ao médico para conhecer qual é sua causa associada e como lhe dar um tratamento adequado.

    Como complemento disso, pode-se considerar alguns remédios de origem natural que ajudam a compensá-lo.

    1. Chá verde

    Por seu teor de tanino e ácidos orgânicos, o chá verde atua como um adstringente natural para reduzir a segregação excessiva de suor.

    Ingredientes

    • 4 colheres de sopa de chá verde (60 g)
    • 3 xícaras de água (750 ml)

      Preparo

      • Adicione o chá verde nas xícaras de água fervendo e cubra a bebida.
      • Deixe que repouse por 15 minutos e filtre-a com um coador.

      Modo de uso

      • Use o líquido para lavar as axilas, as mãos e todas as partes que costumam suar em excesso.
      • Repita sua aplicação todos os dias.

      2. Nogueira

      Este remédio alternativo tem propriedades antitranspirantes e desodorantes que podem ajudar a manter a pele fresca para evitar o excesso de suor e mau cheiro.

      Ingredientes

      • 2 colheres de sopa de folhas de nogueira secas (30 g)
      • 2 xícaras de água (500 ml)

      Preparo

      • Adicione as folhas de nogueira em uma panela com água e coloque-as para ferver em fogo baixo durante 5 minutos.
      • Deixe a bebida repousar em temperatura ambiente, até que esfrie.

      Modo de uso

      • Enxágue as regiões afetadas com o líquido ou aplique com a ajuda de um algodão.
      • Repita seu uso todos os dias.

      3. Óleo de coco e cânfora

      O poder antimicrobiano do óleo de coco pode evitar o crescimento de bactérias nas regiões onde o excesso de suor costuma se concentrar.

      Sua mistura com cânfora nos oferece um potente desodorante e antitranspirante que ajuda a proteger a pele contra o mau cheiro.

      Ingredientes

      • ½ xícara de óleo de coco (100 g)
      • ½ colherzinha de cânfora (2 g)

      Preparo

      • Misture o óleo de coco com a cânfora até obter um produto homogêneo.

      Modo de uso

      • Esfregue o remédio nas regiões sudorosas e deixe agir sem enxaguar.
      • Use-o todos os dias.

      4. Sal e limão

      Este remédio adstringente diminui a segregação de fluidos nas mãos e axilas. Seu efeito esfoliante remove as células mortas e bactérias para que não gerem odores ruins.

      Ingredientes

      • 1 colher de sopa de sal (15 g)
      • 2 colheres de sopa de suco de limão (30 ml)

      Preparo

      • Combine o sal com o suco de limão até obter uma pasta granulada.

      Modo de uso

      • Esfregue o remédio nas regiões problemáticas e deixe agir por 5 minutos.
      • Enxágue com bastante água e evite se expor posteriormente ao sol.

      5. Babosa e bicarbonato de sódio

      Esta mistura interessante refresca a pele e inibe o crescimento das bactérias que originam odores desagradáveis pelo excesso de suor.

      Ingredientes

      • 2 colheres de sopa de gel de babosa (30 g)
      • 1 colherzinha de bicarbonato (3 g)

      Preparo

      • Misture o gel de babosa com o bicarbonato de sódio até obter uma pasta.

      Modo de uso

      • Esfregue o produto sobre as axilas, pés e qualquer região problemática.
      • Use-o todos os dias para melhores resultados.

      Sofre de excesso de sudoração? Prove estes remédios naturais e diminua esses incômodos sintomas que fazem você sentir vergonha.

    • Fonte Melhorcomsaude

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here