Em homenagem a Assuero Cardoso, prefeito institui o ‘Dia Municipal da Poesia’

Valmir Monteiro, ressaltou que essa homenagem se estende também aos outros poetas lagartenses, em uma valorização ímpar da cultura da nossa cidade.

De autoria do ex-vereador Itamar Santana, hoje secretário municipal, e aprovado por unanimidade na Câmara de Vereadores, o prefeito municipal Valmir Monteiro instituiu nesta quarta-feira, 13 de setembro, o DIA MUNICIPAL DA POESIA. Em homenagem ao grande poeta Assuero Cardoso, data que marca também o seu aniversário.

Para o autor da lei, Itamar Santana, Assuero Cardoso é um dos maiores poetas contemporâneos do Brasil. “E é por isso e tantos outros motivos e adjetivos, o Dia da Poesia em Lagarto é em sua homenagem”, disse.

Por sua vez, Valmir Monteiro, ressaltou que essa homenagem se estende também aos outros poetas lagartenses, em uma valorização ímpar da cultura da nossa cidade. “Temos em nossa cidade grandes nomes, assim como Assuero Cardoso, e desde já deixo aqui o compromisso da nossa Administração Municipal em patrocinar o seu livro em patrocinar a edição, marcada já pro dia 13 de setembro de 2018”, informou Valmir Monteiro.

Assuero Cardoso Barbosa, membro da Academia Lagartense de Letras, nasceu em Lagarto no dia 13 de setembro de 1965. É professor, poeta e blogueiro e conhecido como o poeta dos becos e da boêmia. Sendo autor de “Nu e Noturno”, “Tribo”, “Lua Lírica”, “Prosa: O Espectro do Espelho”, “A Cerca de Vidro” e “Lagarto em Verso e Trova”.

O evento contou com a participação de secretários municipais, vereadores, imprensa, Imortais da Academia Lagartense de Letras, amantes da cultura e servidores municipais.

  

Fonte: Secom – Prefeitura Municipal de Lagarto

3 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns ao vereador e o prefeito pela iniciativa e também parabéns para essa excelência de pessoa que é o Assuero Pelo seu excelente trabalho.

  2. Parabéns a todos: Itamar pela iniciativa; vereadores pela aprovação; Poder Executivo Municipal pelo apoio e incentivo; sociedade pelo presente recebido desse mestre da poesia; e, principalmente, ao SINGULAR ASSUERO CARDOSO.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here