Uma das esperanças do governador Jackson Barreto (MDB), para tirar o Estado da quebradeira, estava em uma negociação com a Petrobras para que a estatal pagasse parte considerável de sua dívida com o Estado.

A Petrobras deve uma plataforma de dinheiro. Não gosta de pagar impostos estaduais.

Houve até reunião com o presidente da estatal, Pedro Parente.

Não deu em nada.

Agora, por uma decisão de governo, que abre largos caminhos para a venda da Petrobras, leva-se todas as fábricas de fertilizantes nitrogenados do País para a quebradeira, com prejuízos milionários, para tentar justificar seu fechamento.

Não se trata de mau gerenciamento, mas de vontade deliberada, projeto de governo, de vender a Petrobras, e não apenas suas fábricas de fertilizantes.

O Brasil não tem culpa pela roubalheira desenfreada, instalada na empresa, coisa jamais vista no País. A consequência tem que ser a prisão dos ladrões e a devolução aos cofres públicos do que roubaram, e não a venda da Petrobras.

O governo de Sergipe tem o dever de dizer ao Brasil quanto a Petrobras deve em impostos ao Estado, cobrar pública e judicialmente, não apoiar os ladrões e cobrar em campanhas País afora RESPEITO AO PATRIMÔNIO, QUE É NOSSO.

Fonte NE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here