O vice-governador Belivaldo Chagas (ainda no PMDB) é “boa gente”, dizem quase todos os políticos com atuação em Sergipe.

Isso leva facilmente a deduzir que, se entre Eduardo Amorim-André Moura e os Valadares, um dos dois grupos não for para o 2ª turno, os ressentimentos do perdedor tendem MUITÍSSIMO MAIS, já de muito, a tentar carregar votos para a candidatura de Belivaldo. Isso, é claro, se virar o jogo das pesquisas divulgadas até agora, e passar para o turno final da disputa.

Esse é um ponto a considerar.

Outro ponto é o seguinte: quem conhece Belivaldo, sabe que não afrontará Jackson Barreto (MDB), governador por mais alguns dias, mas comandará sua própria sucessão, já que deve assumir o governo no próximo sábado, 7, já filiado ao PSD, liderado em Sergipe pelo deputado federal Fábio Mitidieri.

Questionado semana passada por Gilmar Carvalho, na MIX FM e Cidade Alerta Sergipe, Jackson disse que o comando das eleições, no grupo, será dividido entre ele e Belivaldo.

Melhor não contar muito com essa divisão de comando.

Aliás, o presidente estadual do PT, Rogério Carvalho, pretenso candidato ao Senado, já disse que “o comando será de Belivaldo”, também em entrevista a Gilmar Carvalho.

Fonte NE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here