A diretora da Escola Municipal Santa Maria, no povoado Cruz da Donzela, município de Malhada dos Bois,  agredida a tapas e empurrões pela mãe de uma das alunas da escola na sala de aula na última quarta-feira, 4. Vânia Barros Teixeira Corrêa prestou queixa na delegacia e nessa terça-feira, 10, à 9h, tem audiência marcada. O Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Sergipe (Sintese) lamentou o fato e disse que a assessoria jurídica já está acompanhando o caso.

Segundo relato da diretora feito ao Sintese e à delegacia, a agressão ocorreu no momento em que tentava conversar e esclarecer um ato grave cometido pela estudante. “Ocorre que quando a mãe da estudante chegou na escola, ao tentarmos conversar e esclarecer os fatos, ela estupidamente não aceitou o que estava sendo contado pela funcionária e partiu pra agressão física… Eu levei tapas e chutes, e um de nossos professores que partiu em minha defesa segurando a estudante, também foi agredido com um chute… Algo lamentável”, cita o esclarecimento da professora.

A Secretaria Municipal de Educação de Malhada dos Bois, na pessoa da Secretária Mônica Almeida, vem a público manifestar REPÚDIO, à violência física sofrida pela diretora da Escola Municipal Santa Maria, a professora Vânia Barros Teixeira Corrêa. O fato ocorreu nesta quarta feira, dia 4 de Março de 2018, dentro da unidade de ensino, localizada no povoado Cruz da Donzela, quando a profissional foi covardemente agredida por uma mãe de uma estudante e por a própria estudante.

     É inadmissível que qualquer profissional, especialmente o educador, que tem a missão de ensinar e formar cidadão, seja atacado de forma covarde e violenta por aqueles que o deveriam respeitar e valorizar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here