A prefeita do município de Riachão do Dantas, Gerana Costa, fez uma grave denúncia na manhã desta sexta-feira (13), ao afirmar que esta sofrendo constantes ameaças de morte.

Em entrevista ao programa Fala Sergipe, a prefeita Gerana Costa afirmou que as ameaças são por conta de ter vencido as eleições municipais e que isso ocorre mesmo antes de assumir a prefeitura e o que está acontecendo “é um absurdo”. “O que fazem comigo é um absurdo, fruto de uma política nojenta praticada por nossos adversários. Continuarei tomando todas as providências cabíveis, inclusive jurídicas. Para eles não há limites entre minha vida pessoal e a pública. E em relação à minha vida pública, estarei sempre à disposição da população e dos órgãos de controle. Administro com transparência, responsabilidade e resultados, tanto que ontem (12 de março), inauguramos a reforma da 20ª escola municipal com recursos próprios”, afirmou a prefeita Gerana Costa.

Ainda segundo a prefeita, “essa oposição não se resume apenas aos discursos políticos, mas já alcança o campo das ações criminosas e ameaças. No último dia 21 de março, três elementos pararam um ônibus escolar, com aproximadamente quinze estudantes, obrigando o motorista seguir por outro caminho. Dentro do ônibus, os marginais disseram para todos que os alvos na verdade seriam a prefeita Gerana e o esposo Laelson Meneses”, informou a prefeira.

Em tom de desabafo, Gerana Costa afirma que sofre ameaças de morte todos os dias.  “Sofro ameaça de morte todos os dias. Ando com dois seguranças para onde vou”, completa”, explicou a prefeita informando ainda que já comunicou ao delegado e ao comandante da Polícia Militar sobre essas ameaças, e continua aguardando a apuração do que ocorreu com os estudantes que residem próximo à sua fazenda.

Por conta dos problemas enfrentados, a prefeita fez um dossiê e entregou à Polícia Federal que pediu a ela, informações para iniciar as investigações.

Sobre a administração anterior, a prefeita Gerana diz que encontrou uma dívida de mais de R$ 50 milhões e que não vai desistir. “Encontramos uma prefeitura desmontada, mergulhada num verdadeiro caos e com uma dívida de R$ 51 milhões. Pagamos, até hoje, cerca de R$ 400 mil por mês relativos a esse débito. Conseguimos as certidões negativas, firmamos convênios com o Governo Federal e estamos aptos a receber novos recursos. Mas como temos uma oposição raivosa, dispomos apenas de 2,49% de remanejamento no orçamento, inviabilizando a retomada de obras paradas e o início de novas. Mas não vou desistir, porque estou no cargo de prefeita para fazer o bem, para trabalhar por quem mais precisa, queiram eles ou não”, contou a prefeita Gerana Costa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here