Desde que o sistema de Detecção e Prevenção à Fraude no Seguro-Desemprego (Antifraude) entrou em funcionamento, em dezembro de 2016, foram registrados até o mês de abril R$ 5,7 milhões em fraudes bloqueadas em Sergipe. O número referente a mais de 1,3 mil, segundo os dados divulgados  pelo Ministério do Trabalho.

“São recursos que devem ser retirados apenas por trabalhadores, mas que eram desviados por quadrilhas criminosas em Sergipe. O Antifraude ajuda nossa fiscalização a impedir a ação desses fraudadores”, afirmou o ministro do Trabalho, Helton Yomura.

A maioria dos casos foi registrada em Aracaju, com 1,2 mil casos de fraudes bloqueadas totalizando um valor de R$ 5,4 milhões. Depois, destacaram-se Itabaiana, com 31 casos e fraudes de quase R$ 138,6 mil; Nossa Senhora da Glória, que teve 20 requerimentos bloqueados, chegando a R$ 81,1 mil; e Nossa Senhora do Socorro, que em 10 fraudes bloqueadas atingiu R$ 60,6 mil.

A modalidade Emprego Formal respondeu por praticamente todas as fraudes do Seguro-Desemprego bloqueadas em Sergipe. Foram 1.350 casos, chegando a mais de R$ 5,7 milhões. Apenas dois bloqueios foram registrados na modalidade Pescador, totalizando quase R$ 7,5 mil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here