Tempo das sessões de hemodiálise em pacientes atendidos pelo SUS no município de Estância (SE) foi reduzido para economizar insumos. A informação foi dada pela Associação dos Renais Crônicos e Transplantados de Sergipe e confirmada pela clínica responsável pelo atendimento dos pacientes. A medida é válida a partir de sexta-feira (25) e afeta os pacientes renais da região Sul do estado.

Segundo a assistente social da clínica, Flávia Barreto, um comunicado já foi enviado para associações, prefeituras e Ministério Público informando dessa situação. “Devido à paralisação começamos a ficar sem os insumos necessários para o atendimento de hemodiálise. Por conta disso, decidimos reduzir o tempo de atendimento de quatro horas para três horas e informamos a todos os interessados”, informou.

Para o presidente da Associação dos Renais Crônicos e Transplantados de Sergipe, Lúcio Alves, essa diminuição pode significar uma perda na qualidade do atendimento. “É preconizado pela literatura médica de que o atendimento de hemodiálise seja no mínimo quatro horas para que haja o processo de filtração mais próximo do que o organismo realiza. Uma quantidade de horas menor nesse atendimento pode acabar prejudicando o paciente”, disse.

Ainda de acordo com Flávia Barreto, 116 pacientes da região Sul são atendidos pela clínica que fica no município de Estância (SE).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here