A paralisação dos caminhoneiros ainda não tem previsão para o fim e os estoques de combustíveis e alimentos em Sergipe estão comprometidos. Alunos, professores e funcionários enfrentam dificuldades para chegar em instituições de ensino. O Instituto Federal de Sergipe (IFS) cancelou as aulas no Campus Aracaju, porém a reitoria do instituto disse que à suspensão das aulas é facultativa a cada campus, conforme análise realidade local. A Universidade Federal de Sergipe (UFS) que havia mantido as aulas, decidiu também pela suspensão.

Neste domingo (27) a greve dos caminhoneiros iniciada na última terça-feira (22) em Sergipe chegou ao sexto dia. A paralisação ocorre em todo o país. Eles protestam contra o aumento do preço do diesel.

Na tarde deste domingo (27), a universidade tinha enviado um informativo para alunos e docentes informando que as aulas estavam mantidas em todos os campi, porém tinha solicitado que os professores suspendam “quaisquer atividades avaliativas previamente agendadas para esta data, de forma a evitar prejuízos a alunos que não tenham condições de estar presentes”.

Em nota divulgada no site da instituição de ensino, a reitoria disse que “após nova avaliação da conjuntura nacional provocada pela paralisação dos caminhoneiros em todo o país, e, considerando o agravamento das condições de mobilidade urbana e a divulgação do fim dos estoques de combustíveis no estado, da Universidade Federal de Sergipe comunica a suspensão das aulas, partir dessa segunda-feira”. A nota também informou que os serviços essenciais de manutenção, vigilância e as unidades de saúde de Aracaju e Lagarto vão permanecer funcionando normalmente.

Já na rede estadual de ensino o Governo decidiu por suspender as aulas durante a segunda-feira (28). Na rede municipal de Aracaju as as aulas vão acontecer normalmente segundo a Secretaria Municipal da Educação (Semed).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here