Depois de comandar a pior gestão da História de Sergipe, Jackson Barreto (MDB) começa sua pré-campanha para o Senado tentando nacionalizar a campanha estadual fazendo duras críticas a aliados de Michel Temer (MDB), o pior presidente da História do Brasil.

Mesmo sendo contra Temer, JB participou da recepção a Gilberto Occhi, ministro da Saúde do governo de Michel Temer.

O ministro esteve em Aracaju no último dia 11. Jackson não era mais governador, mas fez parte da recepção ao ministro de Temer.

Quanto ao FINISA, Jackson diz a verdade quando lembra que Temer, pessoalmente, tentou negociar a liberação dos R$ 560 milhões pedidos pelo governo do Estado em troca de votos para a reforma da Previdência.

Mas Jackson “esquece” de dizer que, depois dessa exigência descabida e irresponsável,  foram feitas novas exigências a todos os Estados que pleiteiam contrato com a Caixa Econômica Federal, e não apenas ao Estado de Sergipe.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here