A greve dos servidores da Fundação de Assistência, Estudo e Pesquisa de Uberlândia (Faepu), que trabalham no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU), foi suspensa após assembleia da categoria na manhã desta quinta-feira (19).

O encontro ocorreu no Bloco 8B do campus Umuaram e terminou por volta das 10h. A decisão de voltar às atividades foi tomada depois de recomendação durante audiência na sede do Ministério Público do Trabalho (MPT), nesta quarta-feira (18).

Segundo o presidente do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Uberlândia e região (Sind-Saúde), Ronaldo Rosa, a categoria concordou em interromper o movimento e vai aguardar até que se julgue o mérito da ação ajuizada na Justiça do Trabalho, assegurando os recursos para folha de pagamento dos servidores.

“A Justiça deu um prazo de 20 dias para o Estado e a União se manifestarem sobre os repasses. A Faepu também vai informar os valores exatos da folha, que acredito que seja algo em torno de R$ 7 milhões. Em caso de novos atrasos, seria bloqueado apenas o valor para salários”, disse Ronaldo.

Os funcionários voltam a trabalhar hoje no hospital, a partir das 18h30, sendo o quadro de escala normalizado nesta sexta-feira (20).

Os trabalhadores pediam, entre outras reivindicações, a regularização dos repasses. O representante deles disse, ainda, que a Faepu sinalizou que até o final deste mês vai informar sobre a regularização dos repasses até o dia 5º útil.

Sobre os outros pedidos, a Faepu esclareceu que a entrega da cesta básica ocorreria a partir desta quarta-feira (18) e que o benefício do vale-alimentação deve ser creditado dentro do mês corrente, não constando previsão de data em acordo coletivo de trabalho.

A direção do hospital informou que, durante a audiência na Procuradoria do Trabalho ontem, foi assumido por parte da Faepu que será monitorado junto ao Ministério da Saúde a possibilidade da execução da liberação no repasse no período correto, a fim de garantir os pagamentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here