As férias  estão na reta final. Em breve as crianças voltarão à escola e os pais à rotina de preparar a lancheira. Manter a alimentação saudável dos filhos nessa fase importante de crescimento e desenvolvimento é uma preocupação recorrente. A dra. Mariana Amaro, nutricionista do dr.consulta, conta como preparar o lanche para manter uma alimentação balanceada com alimentos saudáveis e gostosos.

Por conta da vida corrida, às vezes fica complicado montar uma grande variedade de comidinhas para os pequenos levarem para a escola. Há muitas opções industrializadas de bolinhos, sucos e bolachas, que nem sempre são ideais, pois contêm alto teor de sódio, açúcar e gorduras. Dra. Amaro, porém, explica que com um pouco de planejamento podem ser preparados alguns alimentos com antecedência e deixar embalados e prontos para consumo. “Quanto mais caseiro e menos industrializado, melhor”, explica.

Dra. Amaro indica pensar em variações e combinações de alimentos a partir de um padrão saudável. O lanche deve conter uma fruta ou vegetal, uma fonte de carboidrato e uma de proteína. Além disso, é obrigatório o envio de líquidos, principalmente água por conta da hidratação”, explica. Confira as dicas:

Frutas e Vegetais – Maçã, banana, laranja, uva, morango; há uma infinidade de frutas que podem ser colocadas na lancheira. Elas contém fibras e muitos nutrientes, como as vitaminas e minerais, que ajudam em muitas funções no organismo, dentre elas o fortalecimento do sistema imunológico.

Os vegetais também podem ir na lancheira. Cenoura, tomatinhos, talos de salsão e erva doce são boas opções, assim como os chips de legumes, que podem ser encontrados na zona cerealista. “Sempre que possível é interessante priorizar os alimentos orgânicos”, explica a nutricionista.

Líquidos – Manter a hidratação é muito importante, por isso, na lancheira não pode faltar água ou algum suco natural. “Uma dica para fazer o suco natural de maneira prática é congelar a polpa em cubinhos e mandar na garrafinha com a água. Até a hora do lanche estará descongelado e é só chacoalhar que o suco está pronto”, completa dra. Amaro.

Para variar o cardápio, água de coco é uma boa opção, pois contém sais minerais, como potássio e fósforo, que ajudam na hidratação. A criança pode levar também chá gelado, que além de refrescante, possui benefícios variados, de acordo com cada sabor.

Carboidratos – As crianças brincam muito e precisam repor toda a energia gasta. Por isso, incluir na lancheira uma fonte de carboidrato é muito importante. “O carboidrato é essencial porque fornece energia para o organismo, principalmente na fase de crescimento e desenvolvimento”, explica dra. Amaro.

Entre as opções, estão os cereais como granola, os tubérculos como batata doce cozida, cuscuz de milho, pamonha salgada e tortas caseiras.

Proteínas – Alimentos ricos em proteínas são importantes para o desenvolvimento e o crescimento, por isso não podem faltar em uma lancheira saudável. Dra. Amaro recomenda principalmente os queijos e os ovos. Mas sementes oleaginosas, homus, coalhada seca, tofu, pasta de amendoim, cogumelos, quibe assado de carne ou de ricota são boas alternativas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here