Padre Fábio de Melo admitiu que sente “desejos como todos os outros homens”. Em entrevista ao TV Fama, o religioso contou como faz para afastar estes pensamentos e seguir no caminho do celibato.

“A autoflagelação não faz parte da minha rotina, nunca fez e nem faz parte da dos padres que eu conheço. Eu acho que a gente flagela outras coisas, que são na mente da gente, os pensamentos que às vezes nos desviam das nossas intenções. Eu, por exemplo, tenho muita honestidade com aquilo que eu sinto, então, se eu percebo que aquele relacionamento está abrindo porta para uma realidade que não me pertence, eu penso duas, três, quatro vezes antes de dar passo naquilo ali”, revela.

O padre diz ainda que, apesar de sentir desejos, precisa enfrentar as responsabilidades. “São diferentes de um outro homem que não fez as mesmas opções que eu”, explica.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here