A partir do próximo dia 10 de agosto, o Governo de Lagarto retoma o Programa Bolsa Família Municipal, que já foi aplicado sobre a gestão do atual prefeito, Valmir Monteiro, PSC, quando ele administrou a cidade pela primeira vez, de 2009 a 2012.

O programa é inteiramente legal, com a devida aprovação da Câmara Municipal, e vai ser reaberto com apenas 200 famílias. “Mas queremos chegar a mil famílias até o dia 31 de dezembro deste ano”, diz o prefeito Valmir. Ele ressalta que tem “muita satisfação” em recuperar essa forma de assistência à pessoa carente.

“Sabemos que o recurso é simbólico, de apenas R$ 100, mas temos o cuidado de cadastrar só as pessoas que estão fora do Bolsa Família Federal. Mensalmente, elas assinam uma folha de recebimento e nós fazemos o confronto de dados para ver se alguém assistido pela Prefeitura já se encaixou no programa federal. Uma vez isso acontecendo, a pessoa é removida do programa municipal para dar lugar a uma outra desassistida”, diz Valmir.

Para o prefeito lagartense, a maior valorização do Programa Bolsa Família Municipal vem de toda uma ação social que há por trás dele. Segundo Valmir, esta “ação social” vem de orientações que são dadas pelos agentes municipais do Governo de Lagarto em encontros mensais com os cadastrados no campo da saúde, da educação, da segurança e de comportamento.

“Nenhum governante sensível acha bom conviver com a pobreza extrema. É triste. As condições púbicas não permitem meios de a gente resolver totalmente esse tipo de pobreza. Mas uma atividade como a do Programa Bolsa Família Municipal atenua. É pouco, eu sei. Mas atenua”, afirma Valmir.  

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here