O conselheiro Clóvis Barbosa de Melo, do Tribunal de Contas do Estado (TCE/SE), solicitou dos Fundos de Saúde de 16 municípios sergipanos uma série histórica referente aos anos de 2015, 2016 e 2017, com a respectiva meta e o resultado alcançado, visando aferir a qualidade do gasto público na atenção à saúde básica nessas localidades.

O aviso com a solicitação foi enviado já nos primeiros dias de agosto, por meio do Sistema de Auditoria do TCE (Sagres), aos Fundos dos municípios pertencentes à 6ª Área de Controle e Inspeção, jurisdicionada pela 4ª Coordenadoria de Controle e Inspeção (CCI), cuja relatoria processual compete ao conselheiro Clóvis Barbosa. 

São eles: Arauá, Boquim, Itabaiana, Itabaianinha, Lagarto, Macambira, Pedra Mole, Pedrinhas, Pinhão, Poço Verde, Riachão do Dantas, Salgado, São Domingos, Simão Dias, Tobias Barreto e Tomar do Geru. 

Foram requeridas informações referentes à taxa de mortalidade prematura, vacinação, casos novos de sífilis congênita, análises realizadas em amostras de água para consumo humano, exames citopatológicos do colo do útero e controle vetorial da dengue. 

A solicitação tem ainda como intuito colaborar com o diagnóstico em torno da efetividade da gestão administrativa, a exemplo do Índice de Efetividade da Gestão Municipal (IEGM), além da plena execução do “Pacto pela Saúde”, nos termos do conjunto de reformas institucionais do SUS.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here