Em relação ao pedido de impugnação da sua candidatura pelo Ministério Público Eleitoral, alegando que Belivaldo Chagas contratou professores sem concurso público, o governador e candidato à reeleição afirma que todas as contratações de professores na sua gestão foram realizadas ou por processo simplificado, que é previsto na legislação, ou por concurso público. Elas foram feitas com parecer favorável da Procuradoria Geral do Estado que verificou a legalidade dos atos, e também pelo Ministério Público Estadual, que acompanhou todo o processo.

 

O governador Belivaldo Chagas está tranquilo, fará sua defesa e vai provar que não fez nada fora da legalidade. Portanto, não há motivos para a impugnação de sua candidatura. “Sou ficha limpa, sempre agi dentro da lei e as contratações de professores foram legais. Vamos provar e seguir com a nossa campanha vitoriosa”, conclui Belivaldo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here