Por telefone,  o presidente da Petrobras, Ivan Monteiro, garantiu ao governador Belivaldo Chagas que a Fafen não será fechada. Ivan também informou que estará na primeira semana de outubro em Aracaju para estudar, de forma conjunta com o governo do Estado, alternativas para a viabilidade da fábrica, por meio de um projeto que contemple redução de custos e melhoria de competitividade.

O governador Belivaldo Chagas comemorou a informação e disse que está de braços abertos para receber o presidente da Petrobras e para aprofundar o estudo que a gestão estadual realizou e apresentou para a diretoria da empresa. “Uma conquista do povo de Sergipe. Recebo essa informação preciosa do próprio presidente da Petrobras, a qual não poderia chegar em melhor hora, já que incialmente havia uma previsão de se discutir o fechamento da Fafen já a partir do final de outubro. Com essa decisão, milhares de famílias que tiram seu sustento da Fafen e do seu entorno podem dormir sossegadas. Era isso que eu queria desde o início desse processo”, afirmou Belivaldo.

Representando o governador e o estado de Sergipe, estiveram reunidos nesta tarde na sede da Petrobras no Rio de Janeiro o secretário de Desenvolvimento Econômico, José Augusto Pereira de Carvalho, acompanhado dos assessores José de Oliveira Júnior e Carlos Augusto Franco, além do ex-governador de Sergipe, Albano Franco.

Produção de petróleo

O presidente da Petrobras, Ivan Monteiro, aproveitou para fazer comentários otimistas sobre a exploração e produção de petróleo em águas profundas em Sergipe. Segundo ele, a tecnologia existente hoje e os preços no mercado internacional justificam essa exploração que vai proporcionar para Sergipe uma série de investimentos, produção de novos empregos e aumento na arrecadação impostos e royalties.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here