O presidente eleito Jair Bolsonaro ficou em casa e aproveitará esta segunda-feira (29), após o segundo turno das eleições, para descansar.

Candidato pelo PSL, o capitão reformado do Exército derrotou o petista Fernando Haddad neste domingo (28) com 55% dos votos e foi eleito o 38º presidente do Brasil

Sua equipe de governo, porém, pode começar já a tocar a transição. O desejo do presidente Michel Temer é iniciar os trabalhos o quanto antes – por lei, as reuniões podem acontecer dois dias depois que o TSE declarar o resultado da eleição.

Pelo lado do atual governo, Temer centralizou a coordenação dos trabalhos no ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, responsável pela interlocução com a equipe de Bolsonaro. Padilha deve conceder entrevista nesta segunda para detalhar como serão as próximas semanas.

Fachada do Centro Cultural Banco do Brasil, em Brasília, onde funcionará o gabinete de transição do futuro governo — Foto: Divulgação

Fachada do Centro Cultural Banco do Brasil, em Brasília, onde funcionará o gabinete de transição do futuro governo .

O Centro Cultural Banco do Brasil de Brasília está passando por ajustes para receber as equipes. Bolsonaro e seu vice, general Mourão, terão direito a uma sala cada um; há, ainda, espaços para reuniões e para coletivas de imprensa.

Visitas

Nesta segunda -feira, os deputados federais eleitos Delegado Éder Mauro (PSD/Pará) e Nereu Crispim (PSL/RS) foram a casa de Bolsonaro fazer uma visita. Segundo Éder Mauro, ele já tinha combinado de visitar o presidente eleito após o segundo turno.

“Já agendei [a visita] desde terça [da semana passada]. Eu disse que já estava com a passagem para vir ao Rio na segunda porque já estava com a certeza da vitória. Uma campanha espontânea. O povo fez a campanha dele na rua. Ele não precisou como vocês viram nem sair de casa. O povo quer mudança. Acabou pra esquerda”, afirmou o deputado.

Delegado Éder Mauro (PSD/ Pará) foi até a casa de Bolsonaro nesta segunda-feira — Foto: Reprodução / GloboNews

Delegado Éder Mauro (PSD/ Pará) foi até a casa de Bolsonaro nesta segunda-feira .

A vitória:

Bolsonaro concede entrevista após ser eleito presidente, em sua casa, no último domingo (28) — Foto: TV Globo

Bolsonaro concede entrevista após ser eleito presidente, em sua casa após sua vitória como presidente do Brasil.

Jair Messias Bolsonaro interrompeu um ciclo de vitórias do PT que vinha desde 2002. O trunfo foi confirmado às 19h18, quando, com 94,44% das seções apuradas, Bolsonaro alcançou 55.205.640 votos (55,54% dos válidos) e não podia mais ser ultrapassado por Haddad, que naquele momento somava 44.193.523 (44,46%).

Com 100% das seções apuradas, Bolsonaro recebeu 57.797.073 votos (55,13%) e Haddad, 47.039.291 (44,87%).

No discurso da vitória, Bolsonaro afirmou que o novo governo será um “defensor da Constituição, da democracia e da liberdade”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here