A sexta estrela nunca esteve tão próxima do Palmeiras. Até o empate diante do Paraná, por 1 a 1, em Curitiba, não foi suficiente para tirar a confiança do grupo em mais um título do Campeonato Brasileiro. Agora faltam apenas três rodadas para o término da competição e a diferença para o Flamengo é de cinco pontos e seis para o Internacional.

O Palmeiras é o único que depende de si para ser campeão. Sua missão é manter a distância para o Internacional e Flamengo e confirmar o título já nas próximas duas rodadas. No caminho do Verdão, duas partidas em São Paulo e uma fora de casa. Na próxima rodada, o Palestra encara o América-MG. Depois sai para encarar o Vasco no Rio e fecha o nacional recebendo o Vitória no Allianz Arena.

O clube faz as contas para o título e acredita que o troféu pode ser conquistado com uma rodada de antecedência. Isso porque se o Palmeiras vencer o América-MG e o Vasco, chega aos 77 pontos e torce contra o Flamengo e o Inter. O Colorado, mesmo vencendo as duas próximas rodadas, chegaria aos 71 pontos e não teria mais como alcançar o Verdão. O Rubro-negro também não chegaria, pois ficaria com 72 pontos e não alcançaria mais.

Também existe a possibilidade do Palmeiras já ser campeão na próxima rodada. Para isso acontecer, o Verdão teria que ganhar do América-MG e o Internacional não vencer o Atlético-MG no Beira-Rio e nem o Flamengo vencer o Grêmio. Se isso acontecer, o time paulista chegaria aos 74 pontos contra os 66 do Fla e 65 do Colorado, não tendo mais chances dos adversários alcançarem sua pontuação, mesmo faltando duas rodadas para o fim do campeonato.

Ansiedade pode atrapalhar o caminho

Apesar de estar muito próximo do título nacional, o Palmeiras tenta manter os pés no chão e blindar o grupo de jogadores neste momento decisivo da competição. O técnico Luiz Felipe Scolari confessa estar um pouco preocupado com a ansiedade dos jogadores. Para o treinador, o time pecou muito diante do Paraná e não fez um bom jogo. Ele acredita que o time precisa estar ciente e focado durante toda a partida.

“A ansiedade atrapalhou nosso grupo, principalmente no segundo tempo, quando empatamos o jogo. Depois do nosso gol, a ansiedade atrapalhou e começamos a não jogar futebol. Era tudo apressadinho. Não é assim que o time vem jogando, não é assim que conseguimos esta liderança. É uma situação que temos que melhorar nesta reta final”, disse Felipão.

O treinador nega clima de festa e garante elenco focado no título, sempre respeitando os adversários.

Sequência favorável para o Verdão

 Os últimos três jogos do Palmeiras no Campeonato Brasileiro podem não ser tão favoráveis ao título. Isso porque o Verdão encara três times que estão na luta contra o rebaixamento. O primeiro é o América-MG, em casa, nesta quarta-feira, dia 21. Os mineiros estão na zona da degola e precisam também da vitória para continuar com chances de escapar. A campanha ruim do adversário anima os palmeirenses, mas o alerta já foi dado diante do Paraná e uma atuação ruim pode atrapalhar os planos de título do Palmeiras.

Além do América-MG, o Verdão encara o Vasco (14º) em São Januário e o Vitória (19º) no Allianz Arena, todos lutando contra o rebaixamento.

Ataque é a arma do Palmeiras pelo título

A liderança do Palmeiras não é por acaso. O time verde tem o melhor ataque da competição com 56 gols marcados até aqui em 35 partidas disputadas. A defesa também é a menos vazada da competição com 24 gols sofridos apenas.

O grande destaque da equipe é o atacante Deyverson. O jogador, que sofreu uma lesão parecida com a de Neymar, ficou três meses parado e foi pouco utilizado pelo técnico Roger Machado no início do ano. Com a chegada de Felipão, o jogador voltou a ganhar oportunidade como titular, não decepcionou e já é um dos destaques do time neste nacional.

Mesmo não sendo titular em todas as partidas, os números de Deyverson são bons. Com Scolari, o atacante atuou em 21 partidas e marcou sete gols. Para se ter uma ideia, com Roger Machado, ele só tinha jogado 14 partidas e não fez gols. Ele deve disputar com o colombiano Borja a última vaga do ataque nestes três últimos confrontos. O gringo tem apenas 3 gols na competição. O artilheiro da equipe na Série A ainda é o Willian, com 9, titular absoluto do setor ofensivo ao lado de Dudu.

As nove conquistas nacionais

O Palmeiras é a equipe mais vitoriosa do futebol brasileiro. Apesar de nunca ter ganhado o campeonato mundial de clubes, o Verdão é o maior vencedor da Série A do Campeonato Brasileiro, com 9 títulos conquistados. Além dos nacionais, o Palestra também venceu uma Libertadores, três Copas do Brasil, duas Séries B e 22 paulistas. A equipe ainda tem um mundial interclubes não reconhecido em 1951, chamado de Copa Rio Internacional.

Em se tratando de Campeonatos Brasileiros, o Palmeiras já venceu em nove oportunidades. Os primeiros não eram chamados de Brasileiros. Antes da década de 70, o Verdão venceu duas Taça Brasil (1960 e 1967) e dois Roberto Gomes Pedrosa (1967 e 1969). Estes títulos foram considerados pela CBF somente em 2012. Já com o nome Brasileiro, o Palestra venceu em 1972, 1973, 1993, 1994 e por último em 2016, seu primeiro na época de pontos corridos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here