Olhando para o futuro. Foi esse o recado da despedida do senador Antonio Carlos Valadares (PSB-SE), que encerra, no próximo dia 31 de janeiro de 2019, seu terceiro mandato consecutivo como senador por Sergipe.

Na tribuna, Valadares fez um balanço de seus mais de 50 anos de vida pública, 23 deles no Senado, e apontou que irá continuará fazendo a sua parte como eleitor e cidadão brasileiro. “Estarei em outra trincheira, mas sigo contribuindo, no que for preciso, para alcançarmos o ideal de um Brasil grande para todos. Não vamos desistir do Brasil. Não vamos desistir de Sergipe”, declarou.

Trajetória

Encerrando uma etapa produtiva, o senador recordou os mais de 204 milhões de reais que destinou, entre 2002 e 2019, em emendas individuais para ações no Estado de Sergipe, que ajudaram na realização de obras e na aquisição de equipamentos agrícolas e de saúde.

Ainda entre 2002 a 2019, ajudou na aprovação mais de R$ 4,2 bilhões para Sergipe através das emendas de bancada. Metade deste valor, entre 2010 e 2017, quando foi coordenador da bancada na comissão de Orçamento.

Somente nos últimos oito anos, incluindo projetos de lei, emendas individuais e coletivas, requerimentos, relatórios e resoluções, foram mais de mil proposições. Valadares comandou as comissões de Assuntos Sociais e de Desenvolvimento Regional e Turismo, bem como o Conselho de Ética e Decoro Parlamentar. Além de liderar várias vezes a bancada do PSB.

Reconhecimento

O senador Armando Monteiro (PTB-PE) destacou a personalidade político-parlamentar de Valadares. “Ninguém faz uma trajetória vitoriosa, sempre pelo voto, se não tivesse tido a dedicação e, sobretudo, o espírito público, que você excelência revelou ao longo da sua vida pública. Foi uma satisfação e um privilégio conviver com vossa excelência e espero que esse convívio não seja interrompido”, disse.

Para o senador Cristovam Buarque (PPS-DF), embora o discurso lembre o que Valadares fez, ele aponta para o futuro. “Quem olha para o futuro não se despede”, afirmou. O senador Cristovam agradeceu o privilégio do convívio por 16 anos. “Não vamos nos despedir. Vamos continuar nessa nova trincheira”, declarou.

Segundo senador Jorge Viana (PT-AC), Valadares cumpriu um papel extraordinário. “Passou aqui e deixou seu nome e sua história registrada aqui nessa Casa para o bem da sua terra. Agradeço a amizade e o privilégio de ter convivido com vossa excelência durante esses 8 anos”, ressaltou.

Já o senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), enalteceu o mandato de Valadares como profícuo, coerente e atuante. “Tiro-lhe o chapéu para reconhecer a sua trajetória não apenas no Senado, mas em toda a sua vida pública servindo a Sergipe, ao Nordeste e ao Brasil. Quem olha para o amanhã estará presente na construção do Brasil que queremos”, concluiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here