Pacientes com câncer voltaram a ficar sem um dos medicamentos usados no ciclo do tratamento contra a doença, no Hospital de Urgências de Sergipe (Huse), em Aracaju. A denúncia foi feita ao F5 News nesta segunda-feira (7) pelo grupo Mulheres de Peito.

Segundo a representante do grupo, Sheyla Galba, há 15 dias as pacientes com câncer de mama estão sem conseguir o Aromasin, utilizado após a quimioterapia intravenosa. “Ele funciona como uma espécie de ‘bloqueador’ para que o câncer não atinja a outra mama. Muitas dessas mulheres já estão em metástase”, disse à reportagem.

O grupo não consegue precisar o número exato de mulheres que dependem desse remédio, mas a situação preocupa. Essa é uma das duas substâncias utilizadas pelas pacientes de forma contínua ao longo de cinco anos após a quimio. A interrupção do tratamento angustia ainda mais quem já lida todos os dias com a terceira neoplasia que mais mata no país.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) disse que a previsão dada pela empresa é de que novas remessas do Aromasin cheguem ao Huse na próxima semana. “Estaremos mantendo contato com o fornecedor para pedir agilidade nessa entrega”, informou a pasta.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here