Apesar da contratação de uma empresa para assumir a gestão do Hospital Nestor Piva, na zona Norte de Aracaju, quem procura a unidade na manhã desta terça-feira (8) continua sem conseguir atendimento e sendo orientado a buscar o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse).

Uma equipe do Conselho Regional de Medicina (CRM) está na unidade e participa de uma reunião com a secretária da Saúde, Waneska Barbosa, que foi vaiada ao chegar ao Hospital por funcionários insatisfeitos com o anúncio da transferência deles para o Hospital Fernando Franco.

“Eu sei que prestamos concurso para Rede de Urgência e Emergência, mas já são mais de 10 anos lotados aqui e agora ter que sofrer essa mudança drástica sem nenhuma conversa é revoltante”, disse a servidora Eli de Jesus.

De acordo com a Secretaria, assim que o Conselho avaliar a escala médica, que está completa desde o início da manhã, os atendimentos serão totalmente normalizados. O valor do contrato para gestão do Nestor Piva é de R$ 2 milhões ao mês com vigência de um semestre.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here