A Prefeitura de Lagarto, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Social e do Trabalho (SEDEST) e do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil – PETI, promoveu, em parceria com Instituições da Rede Pública, uma grande ação de conscientização e cidadania junto aos usuários das Unidades dos Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) do município e recuperandos da Fazenda Esperança.

IMG 0513

A finalidade foi de ecoar a voz do enfrentamento ao trabalho infantil empreendido na venda de drogas e ao uso abusivo de álcool decorrente desta prática.

49aa76bf bb8d 475e bc4a 25378e888e7d

O projeto objetivou reconhecer o protagonismo das crianças e adolescentes lagartense para com o processo de enfrentamento as formas de trabalho infantil bem como dialogar com o trabalho social realizado pela Fazenda Esperança frente à temática tornando Lagarto um território livre desta maldade.

IMG 0515

Participaram das atividades durante toda esta sexta-feira, 15, o Prefeito Valmir Monteiro, a Secretária do Desenvolvimento Social Andresa Nascimento, o Bispo Dom Mario Rino Sivieri,os quais fizeram as honras pela relevante promoção do evento de conscientização e mobilização contra o trabalho infantil. Além das presenças de assistidos(as) por Unidades do Serviço de Convivência dos Povoados Tanque, Pindoba, Santo Antônio, Jenipapo e Brasília, técnicos do CREAS, PETI, CMPPM, CEREST, SCFV e CAPS-AD se fizeram presentes efetivamente nas atividades de formação.

IMG 0528

Contou ainda com o momento de diálogo realizado pelos expositores Dr. Alexandre Gomes (médico do trabalho do CEREST), Amanda Gabriela (Assistente Social do CREAS), Rafaela (psicóloga do CAPS AD) mediado por Neirivan Nascimento (Coordenador do PETI), ambos apresentaram alertas para os danos ao desenvolvimento da saúde física-mental de crianças e adolescentes que se encontram em situação de trabalho infantil. Sinalizou-se quanto à exposição de riscos de vulnerabilidade expostas à violação dos direitos humanos das crianças e dos adolescentes, remetendo a plenária para uma reflexão sobre os direitos expressos no ECA – Estatuto da Criança e do adolescentes com o prospecto de fortalecer a discução sobre a questão do trabalho infantil empreendido na venda de drogas e ao uso abusivo de álcool decorrente desta prática.
De acordo com o Nerivan, o projeto reconhece que a participação das crianças e adolescentes pode gerar mudanças decisivas na realidade social, cultural e política onde estão inseridos, tornando-os, para tanto, protagonistas no processo de enfrentamento ao trabalho infantil em Lagarto. A partir desse reconhecimento, levar formação e cidadania aos assistidos pelo SCFV, no sentido de qualificar, ainda mais, o processo de conscientização a ser realizado pelos mesmos.

IMG 0544

Ler 4 vezes Modificado em Sábado, 16 Fevereiro 2019 12:22

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here