“Não se afaste do comando, pois a polícia precisa do seu trabalho.” Foi esse o pedido realizado hoje pelo deputado Gilmar Carvalho ao tenente-coronel Flávio Arthur, após este confirmar a solicitação de afastamento do comando do 7º BPM, em Lagarto.

O apelo foi feito durante a sessão plenária da Assembleia Legislativa do Estado de Sergipe e diz respeito ao caso envolvendo uma ação truculenta da polícia no último domingo, no município de Lagarto, em que o advogado Walla Viana acusou policiais de agressão.

Após a polêmica se espalhar pelas redes sociais e haver troca de acusações, o comandante do batalhão afirmou que irá se desligar da unidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here