Danielle Garcia: ‘não pedi para sair da Deotap’

A delegada Danielle Garcia, da Polícia Civil de Sergipe, recebeu com surpresa a decisão da Secretaria de Estado da Segurança Pública em transferi-la do Departamento de Crimes Contra a Ordem Tributária e Administração Pública (Deotap) para o Departamento de Narcóticos (Denarc). “Eu não pedi para sair”, reagiu a delegada, ao ser questionada sobre esta possível decisão, conforme anunciado pela própria delegada geral Katarina Feitoza na semana passada ao justificar as mudanças que o comando da SSP promoveu no Deotap.

Danielle Garcia confirmou conversa que teve com a delegada geral assim que o delegado João Eloy assumiu o comando da SSP, em abril deste ano. Mas a delegada Danielle Garcia nunca teria confirmado desejo de se afastar das investigações que envolvem o crime de lavagem de dinheiro e contra a administração pública.

Na conversa que teve com a delegada geral, naquela época, conforme assegurou em conversa com o Portal Infonet, Danielle Garcia demonstrou interesse em se manter no Laboratório de Lavagem de Dinheiro, para posteriormente arrematar uma transição na Deotap. Inclusive, poucos dias antes destas mudanças, Danielle Garcia fez viagem oficial a Brasília em evento da área, representando o Laboratório de Lavagem de Dinheiro da SSP de Sergipe.

E, após este diálogo inicial com a delegada geral, Danielle Garcia disse que não mais voltou a debater possíveis mudanças com a cúpula da SSP. Sendo surpreendida, portanto, na quarta-feira, 4, com a informação transmitida pela própria Katarina Feitoza sobre o interesse da cúpula em colocá-la no Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), tendo atuação em local de crime. Danielle Garcia não acolheu a ideia de ser transferida para a pasta de Homicídios e, então, optou pelo Denarc, uma vez que a delegada Maria Pureza, que atuava no Departamento de Narcóticos, estaria sendo transferida para o Deotap.

Sobre os motivos destas mudanças, a delegada Danielle Garcia optou pelo silêncio. Esta semana, a delegada concluirá os trâmites para transferir os trabalhos para a sucessora Maria Pureza e, na segunda-feira da próxima semana, 16, assumirá novas funções no Denarc. Naquela pasta, ela atuará com o titular, delegado Osvaldo Resende, e com o adjunto, André Baronto.

Por Cássia Santana – Portal Infonet

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here