Na quarta-feira, 10, os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) da Secretaria Municipal de Saúde, da Prefeitura de Lagarto, além de conselheiros tutelares, acompanharam uma importante reunião pública com o juiz Edinaldo César Santos Júnior, da Vara da Infância e Juventude de Lagarto, que passou orientações aos servidores para evitar adoções ilegais de crianças no município.

ASD25SA4D5AS4

Nívea Alves, gerente da Estratégia Saúde da Família, da SMS, explicou que os agentes são fundamentais para que as famílias que queiram adotar ou as famílias que não têm condições de cuidar do filho ou filha procurem o processo legal da adoção. Os agentes têm a obrigação de comunicar qualquer ilegalidade à Justiça.

“Eles são responsáveis por acompanhar essas famílias, já que estão bem próximos delas diariamente, fiscalizar se for o caso, para que não haja adoção informal, à margem da lei. Respeitando os trâmites legais, a adoção acontece de forma segura para todas as partes e, claro, cria um ambiente favorável para as crianças adotadas”, detalhou Nívea.

2b9f9c5e 346d 4332 a27a 7db11404f123

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here