Após quatro meses fechado por reforma, foi inaugurado na manhã de ontem (10) o Centro Controle Zoonoses de Lagarto. A reinauguração contou também com a I Mostra de programas ofertados pela CCZ, palestras e a entregue de materiais aos agentes de combate às endemias.

 

O prefeito Valmir Monteiro, o secretário de Saúde Cleverton Oliveira, o gerente Amilton Fontes e o Técnico Entomologista Jorge Pinheiro fizeram uso da palavra e falaram da importância do Centro de Zoonoses para a população, sendo ele referência no nordeste como órgão de controle e combate às doenças, e ainda promove o acolhimento, a castração gratuita e a feira de doação de animais recolhidos nas ruas.

Com a reforma muita coisa foi mudado: pisos de alta resistência foram instalados, pintura geral, revestimento, forro, revisão elétrica e hidráulica, entre outros serviços foram realizados no local.

Mesmo passando pela reforma, o centro continuou atendendo animais para adoção, como cães e gatos, que já estão vacinados, vermifugados e castrados. O gerente do Centro de Zoonoses, Amilton Fontes, e o seu quadro funcional possui um médico veterinário, um biólogo e 60 agentes de endemias e seus supervisores.

Entres os programas ofertados estão o de: Esquistossomose, Leishmaniose, raiva e castração. Neste ano foi adotado um consultório médico veterinário, adaptação para sala de vacina e laboratório. Possui também uma grande capacidade para receber animais que se encontram abandonados.

Os stands abordaram os seguintes temas:

Doença de Chagas, Esquistossomose, Combate ao Aedes, Maus Tratos de animais, Abandono de animais, Programa de Leishmaniose, Leptospirose, Programa de Raiva, Vigilância Epidemiológica, CEREST, Participação especial de Stand da UFS, Participação especial de Stand da UNIAGES.

Já nas palestras, os temas ministrados foram:

– Leishmaniose visceral: uma abordagem da medicina veterinária;

– Posse consciente de pet’s;

– O papel do biólogo em combate a esquistossomose mansônica;

– Atuação do biólogo no ccz;

– Leptospirose: diagnóstico e manejo clínico;

– Toxoplasmose em gestantes;

– Aedes aegypti: desafios e perspectiva no controle;

– Enem: a profissão do médico veterinário e do biólogo;

– Literatura do tratamento de esquistossomose.

Com informações da Ascom da Prefeitura de Lagarto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here