Comovida com a situação de algumas comunidades brasileiras e conhecedora das demandas de algumas realidades locais, a vereadora Marta de Carvalho, a popular Marta da Dengue (MDB), enviou a Câmara Municipal de Vereadores um projeto de lei que visa combater a fome, sobretudo, em instituições filantrópicas do município, a exemplo do Asilo Santo Antônio.

Vereadora Marta da Dengue levou o debate sobre a fome para o parlamento local

Segundo a Secretaria da Câmara Municipal de Lagarto, o projeto visa combater o desperdício e a fome por meio da doação de alimentos provenientes de sobras ou cujo vencimento da sua validade esteja próximo. “A ideia é que eles sejam doados muito antes de irem para o lixo”, comentou o órgão.

Em pronunciamento, ocorrido na última sessão plenária, Marta pediu a ajuda dos vereadores na aprovação do projeto ao relembrar algumas situações já vividas. “As vezes a banana, com o calor, escurece por fora, mas está branquinha por dentro. Quantas vezes, fazendo campanha para o asilo, a gente pegava macaxeira, laranja. Quantas crianças não estão precisando de alimentos?

Eu cheguei nas Piabas [sic], e a comida de uma criança era arroz com tomate. Essa realidade está próxima da gente, e nós temos que mostrar também para as nossas famílias e nossos filhos que reclamam de uma mesa farta”, argumentou a vereadora.

Além disso, Marta lembrou, em entrevista ao Portal Lagartense, das motivações que a fizeram levar o projeto ao parlamento local. “Uma vez, eu vi os meninos do supermercado jogando tanta banana fora, que perguntei porque não doava, e eles diziam que era irregular e que poderia fazer mal. Então procurei trazer o projeto para legalizar essa situação. Às vezes, eles jogam tanta coisa fora, então esse é um meio das entidades irem a procura e resgatar esses alimentos”, disse.

Vale lembrar que projetos como esse já existem em outros municípios, a exemplo daquele proposto pelo vereador de Aracaju, Seu Marcos (PHS).

Confira o pronunciamento da vereadora:

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here