Não há quem duvide que a política em Lagarto, assim como em qualquer outro município interiorano, pega fogo independentemente de ser ano eleitoral. Pelas terras de Reis, Ribeiros e Monteiros, por exemplo, a disputa política adotou nomes da novela “Saramandaia”, exibida pela TV Globo.

Ainda em Lagarto, a sua história política mostrou que, noutros tempos, um prefeito fazia  a obra e o outro desfazia. O Balneário Bica está ai como exemplo. Entretanto, infelizmente, parece que esse costume ainda se perpetua na maior cidade do interior sergipano, uma vez que a vereadora Creuza do Oiteros utilizou a tribuna da Câmara Municipal de Vereadores, na sessão da última quinta-feira (9), para criticar algumas ações adotadas pelos vereadores da situação.

Segundo ela, em discurso de desabafo, os vereadores de oposição vivem cobrando a moral da Câmara de Vereadores, devido a uma “ciumeira” existente entre os nobres edis daquela casa. Uma verdadeira politicagem mesquinha.

“Se a vereadora Creuza pedir para uma máquina ir para a região do Oiteiros, ai o vereador Jocelmo chega e diz: ‘Prefeita, não mande não que você vai dar nome a vereadora Creuza e não sei o quê’. Minha gente, a população está vendo e sabendo que quem executa e tem o direito de resolver é a administração”, destacou a vereadora acrescentando que a disputa política eleitoral deve ficar para os 45 dias que antecedem a votação.

Confira o desabafo de Creuza do Oiteiros:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here