Um levantamento realizado pelo Tribunal de Contas do Estado de Sergipe (TCE/SE) apontou a Prefeitura Municipal de Lagarto como uma das três mais transparentes do estado de Sergipe. A gestão da prefeita Hilda Ribeiro, bem como dos prefeitos dos municípios de Barra dos Coqueiros e Cristinápolis receberam nota 10, após uma avaliação nos seus portais da transparência.

Gestão Hilda Ribeiro consegue manter a boa avaliação do município em transparência

De acordo com o TCE/SE, a avaliação levou em consideração diretrizes da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (ENCCLA), além dos parâmetros previstos pela Resolução TC nº 311, de 17 de maio de 2018. “Nesse sentido, são buscadas informações referentes a receitas, despesas, licitações e contratos, relatórios, recursos humanos, entre outras”, detalhou a corte de contas.

A nota em 10 em transparência para a Prefeitura de Lagarto tem sido uma constante nas últimas avaliações do TCE/SE. Tanto é que em 2018, nas duas avaliações realizadas pela citada corte, o Município recebeu a nota máxima. Somente em 2017, Lagarto foi avaliado com 9,8, o que ainda é uma ótima avaliação.

Já as prefeituras da região Centro-Sul, a média das notas não ultrapassam os 7,5. A única exceção é a gestão do prefeito Diógenes Almeida, em Tobias Barreto, que recebeu nota 9,3. Salgado ficou com 8,6.

Entretanto, se no poder executivo lagartense a avaliação é muito positiva, no poder legislativo a coisa muda um pouco. Mas não deixa de ser positivo. É que nas duas últimas avaliações do TCE/SE, a Câmara de Vereadores de Lagarto manteve a nota 8,2, que somente foi alcançado após este receber a nota 4,5, considerada crítica, em setembro de 2018.

 

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta para Sandra monteiro Cancelar resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here