Na manhã desta quarta-feira (29), a equipe do Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes (Seripa), órgão da Aeronáutica, encontrou novos destroços da aeronave que caiu, no Povoado Porto do Mato, município de Estância, Sul de Sergipe, e provocou a morte do cantor Gabriel Diniz e outros dois pilotos, na tarde de segunda-feira (27).

De acordo com o Seripa, o material, composto por peças da aeronave, objetos e documentos pessoais da vítima, vai ficar em Aracaju. A equipe, que teve a ajuda de pescadores da região, retirou do mangue pedaços menores da aeronave. O local é de difícil acesso, exige cuidado e atenção para entender as causas do acidente.

Mais cedo, a Polícia Federal informou que outras peças, que chegaram ontem à noite na capital, foram levadas ao aeroclube de Aracaju, na Zona Norte da capital.

Destroços da aeronave recolhos pela perícia — Foto: PF/SE
Destroços da aeronave recolhos pela perícia — Foto: PF/SE

Na terça-feira, os técnicos do Seripa e da Polícia Federal tinham concluído os trabalhos por volta das 21h. Pedaços da fuselagem e assentos da aeronave foram encontrados depois de cerca de quatro horas de buscas.

Os destroços foram colocados em uma área isolada. Parte de uma asa que caiu cerca de 400 metros de distância também foi trazida para a área de isolamento. Para ter acesso à área, os peritos e policiais tiveram ajuda de moradores do povoado. O motor, que é tido como parte importante da investigação, foi recuperado no início da noite.

O local do acidente, que matou o cantor Gabriel Diniz e os pilotos Linaldo Xavier e Abraão Farias, aconteceu quando a aeronave passava entre a divisa dos estados de Sergipe e Alagoas, caindo no município de Estância.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here