O Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose), unidade gerida pela Fundação de Saúde Parreiras Horta (FSPH), deu início nesta quarta-feira, 5, à campanha junina para ampliação das doações de sangue ao longo do mês de junho. A programação conta com a parceria de grupos fidelizados, palestras educativas, coletas externas de sangue que acontecerão no Ministério Público Estadual (MPE), Tribunal de Justiça de Sergipe (TJ) e a comemoração do Dia Mundial do Doador de Sangue, celebrado em 14 de junho.

Pela manhã,  a unidade recebeu cerca de 40 alunos dos alunos do Colégio  Estadual  Raimundo Araújo e da Escola Municipal Durval Militão do município de  Salgado que colaboraram com a doação de sangue. “Decidi participar incentivada pelo projeto da escola e especialmente do meu professor”, relatou Mirelly Santos Rosendo.

Sensível à causa, o professor Jailson Barbosa Silva informou que o projeto realizado nas duas unidades escolares tem como objetivo despertar o interesse dos alunos pela doação de sangue. “A cada três meses realizamos um chamamento nas escolas procurando estimular a doação desses jovens”, disse ao acrescentar. “Em todas as turmas em que leciono faço questão de falar sobre o tema”, frisou.

De acordo com a gerente de Ações Estratégicas, Rozeli Dantas, a proposta da campanha é mobilizar e estimular as doações de sangue durante os festejos juninos com destaque para a celebração de São João e São Pedro. A meta para o período é atingir 120 doações ao dia.  “No mês de junho, reforçamos o trabalho de captação de doadores e também homenageamos o gesto altruísta do doador voluntário de sangue responsável por salvar vidas diariamente”, destacou.

A campanha junina visa, ainda, reforçar o estoque de segurança do Hemocentro para o atendimento transfusional da rede hospitalar do Estado. Vale lembrar que em períodos festivos os serviços de urgência têm o aumento da demanda por sangue e, no Hemose, há uma redução no número de comparecimentos ao serviço. “Nessas festas ocorrem uma mudança de hábito como o do aumento do consumo de bebidas alcoólicas e a redução no horário de repouso, fatores que impedem a doação de sangue”, explicou a assistente social.

Serviço

Para ser um doador de sangue é preciso estar bem de saúde, ter entre 16 e 69 anos, ter mais de 50 quilos, apresentar um documento oficial com foto e comparecer ao serviço bem alimentado. Os menores de 18 anos precisam apresentar o termo de consentimento para menores que está disponível para download no site: www.hemose.se.gov.br. Mais informações através dos telefones (79) 3225-8000, 3225-8039 e 3259-3174.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here