A Prefeitura de Aracaju, por intermédio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), vai participar da 7ª Conferência Estadual de Saúde que será realizada a partir desta quarta-feira, 12 até a próxima sexta, 14, no Makai Resort na Barra dos Coqueiros. A gestão municipal será representada por 17 delegados eleitos na 11ª Conferência de Aracaju, ocorrida em 11 e 12 de abril deste ano.

Segundo o responsável pela Área Técnica do Controle Social da Assessoria de Planejamento e Desenvolvimento Institucional (Asplandi), Luiz Cláudio Soares, a Conferência Estadual é uma das etapas da 16ª Conferência Nacional de Saúde. “Antes tivemos aqui no município de Aracaju, as 44 conferências locais e a etapa municipal. Essas conferências têm o objetivo de fazer uma avaliação de como está a conjuntura e a realidade do Sistema Único de Saúde (SUS) em cada território, fazendo uma avaliação ascendente a partir dos espaços locais, do município e do Estado para culminar na Nacional, que ocorrerá de 4 a 7 de agosto em Brasília”, informou.

A conferência é um espaço de controle social que foi instituído pela Lei 8.142/90, a qual também criou os conselhos de saúde. Esta lei estabelece que as conferências devem acontecer a cada quatro anos. “A importância essencial é de reunir os delegados gestores, trabalhadores e usuários com o intuito de avaliar e conferir como está a organização e o funcionamento das diversas políticas de saúde no território, com a perspectiva de elaborar propostas de ações para que consigamos melhorar e qualificar o SUS em todos os âmbitos: local, municipal, estadual e nacional. Estas propostas servirão de base para o planejamento de ações de cada um desses níveis, esperamos que as 82 propostas que saíram da Conferência Municipal subsidiem o nosso próximo Plano de Saúde”, explicou o técnico da Asplandi.

Delegados

Na etapa municipal foram eleitos 68 delegados. Destes, 17 são gestores, outros 17 são trabalhadores e 34 são usuários do SUS Aracaju. “Estes números correspondem a paridade dos conselhos de saúde que são compostos por 25% do segmento gestor, 25% do trabalhador e 50% do usuário”, afirmou Luiz Cláudio.

O tema central das etapas da Conferência é “Democracia e Saúde: Saúde como Direito e Consolidação e Financiamento do SUS”. Os três eixos temáticos são ‘Saúde como Direito’; ‘Consolidação dos Princípios do SUS’, e ‘Financiamento Adequado e Suficiente para o SUS’. “Após 10 dias da nossa conferência encaminhamos para a etapa estadual o relatório com 60 propostas, 20 de cada eixo; 11 moções; os nomes dos 68 delegados e a discrição de como aconteceu a nossa conferência juntamente com os anexos”, pontuou o técnico da SMS.

Na Conferência Estadual de Saúde serão eleitos 50 delegados para representar o estado de Sergipe na etapa nacional. “Pelo Regimento existem os critérios para poder se eleger delegado que serão escolhidos através das sete Regiões de Saúde do Estado. A Regional de Aracaju que engloba oito municípios terão 17 delegados, sendo quatro gestores, cinco trabalhadores e oito usuários”, enfatizou Luiz Cláudio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here