Ficando em 30ª na lista geral do estado, a instituição avançou quatro posições em relação ao ano anterior e se consolida como referência de ensino público e de qualidade.

A partir da base de dados do Ministério da Educação, o jornal Folha de São Paulo publicou recentemente uma reportagem com os índices do desempenho das diversas escolas do país na edição de 2018 do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Foram excluídas da tabulação apenas as instituições com menos de dez alunos do 3º ano no exame ou com menos de 50% desses estudantes na prova. O ranking levou em conta a média do desempenho dos estudantes nas provas objetivas e na redação.

IFS foi destaque em Lagarto foi destaque no ENEM 2018

O IFS – Campus Lagarto mais uma vez ocupa lugar de destaque no ranking. Na lista geral do estado, a instituição está em 30º lugar, o que a coloca como a melhor escola pública do interior sergipano (considerando a capital, o campus fica na terceira posição). No ano anterior, quando ficou na 34ª colocação, a instituição já havia confirmado seu lugar na zona de excelência no ensino público, mas em 2018 conseguiu elevar ainda mais seus índices.

O diretor geral do Campus Lagarto, professor José Osman dos Santos, considera que, embora a complexidade do processo educacional muitas vezes não seja alcançada por exames de larga escala como o ENEM, são notórios o comprometimento e a qualificação do quadro de professores da instituição, o que naturalmente gera um impacto positivo no desempenho dos alunos. “Nosso projeto de ensino contempla a formação integral dos estudantes, baseada em valores éticos, culturais, científicos e sustentáveis, objetivando a autonomia do sujeito aprendiz. Acredito que é em função dessa busca pela qualidade social que a educação profissional e tecnológica ofertada pelo Campus Lagarto tem feito os alunos conseguirem excelentes médias no ENEM”, avalia.

O ex-aluno Lucas Leal integra as estatísticas levantadas pela Folha de São Paulo. Recém-formado no curso técnico integrado em Edificações, Lucas saiu do Campus Lagarto direto para os bancos da Universidade Federal de Sergipe, onde cursa Engenharia Civil. “O IFS me proporcionou algo que eu não esperava. Apesar de ter despendido muito tempo em disciplinas técnicas, a qualidade dos professores como um todo (inclusive os do ensino médio) me levou a ocupar a vaga que ocupo hoje”, afirma o egresso. “Aliás, profissionalmente, houve contribuições igualmente grandiosas”, conclui ele, que já trabalha como estagiário em uma empresa do ramo da construção civil.

Fonte: IFS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here