Na tarde da última quinta-feira (4), o 7° Batalhão de Polícia Militar (7°BPM) divulgou o balanço das ações realizadas no mês de junho. Segundo os números, oito pessoas foram presas por tráfico de drogas, quatro por tentativa de homicídio e oito por infringir a Lei Maria da Penha.

Em relação a este último crime, dados divulgados pelo 7°BPM mostrou que entre os meses de janeiro e junho deste ano 55 homens foram presos por infringir a Lei Maria da Penha, em Lagarto.

7°BPM adotou a política de tolerância zero com os infratores da Lei n° 11340/06

Os dados divulgados refletem a permanência da violência doméstica nas residências das famílias lagartenses. Tanto é que em maio foram realizadas sete prisões, enquanto que em junho esse número subiu para outro.

Diante deste cenário, o 7°BPM informou, ainda em junho, que adotou uma política de tolerância zero aos infratores da Lei n°11340/06. A ação teve o objetivo de incentivar as vítimas de violência doméstica a denunciarem seus agressores, ato que nem sempre acontece por variados motivos.

Situação abrange todo o Sergipe

Lei Maria da Penha pode gerar até dois anos de reclusão

Segundo o Anuário Brasileiro da Segurança Pública de 2018, Sergipe foi responsável por 9,6% dos casos de lesão corporal dolosa contra as mulheres. 

Entretanto, vale lembrar que a Lei Maria da Penha foi aperfeiçoada e pode render até 2 anos de prisão. Já as denúncias podem ser feitas pelo 190.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here