Na madrugada desta terça-feira (9) foi encontrado o corpo de um bebê de quatro meses que foi espancado até morte no município de Areia Branca, Região Agreste de Sergipe. A criança foi encontrada na casa onde morava com a mãe.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado e constatou a morte por traumatismo craniano. Em seguida, o Instituto Médico Legal (IML) recolheu o corpo.

Segundo a Polícia Militar (PM) que investiga o caso, a mãe procurou os agentes e disse ter encontrado o corpo do filho no chão, já sem vida. Ainda de  acordo com ela, seu outro filho, de oito anos, teria visto o padrasto pegando a criança que chorava muito, e espancando-a até a morte. Depois o suspeito teria pedido para o enteado que fechasse a porta e saído, em seguida, em um veículo.  

A mãe ainda teria dito à polícia que na segunda-feira (8), ela e o pai da criança passaram o dia consumindo bebida alcoólica e que por isso acabou dormindo e não vendo o que aconteceu. Segundo a PM, ela mantinha um caso extraconjugal com o suspeito. A mulher também relatou que ele estava insatisfeito com o nascimento da criança e acusava a mãe de ter planejado a gravidez.

De acordo com a PM, a mãe da criança mantinha um relacionamento extraconjugal com o suspeito. Ela contou à polícia que ele não estava satisfeito com o nascimento da criança e acusava a mãe de ter planejado a gestação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here