O desastre ocorrido no município baiano de Coronel João Sá ganhou repercussão e comoção em todo o país. Esse sentimento, felizmente, fortaleceu o espirito solidário de muitos brasileiros e em Lagarto não foi diferente. Uma vez que diversas campanhas foram organizadas em prol das famílias afetadas pelas consequências do estouro da Barragem do Quati.

Entre as campanhas estava a do Rotary Club de Lagarto em parceria com os clubes de Tobias Barreto, Simão Dias, Paripiranga e Loja Maçônica. Ela resultou na doação de mais de uma tonelada de suprimentos, entre os quais estavam: alimentos, calçados, roupas, e produtos de higiene e limpeza. 

Toda a doação ocorreu em uma cidade que, segundo os que lá estiveram, vive um ambiente de destruição, com montanhas de móveis amontoados nas frentes das casas e que precisam de muitos artigos domésticos. Diante disso, Reinaldo Moura, vice-presidente do Rotary Club de Lagarto falou da sensação de estar no município baiano.

“[A sensação é] De ser uma formiguinha diante de tantos impostos pagos e num momento desse a comunidade ficar a merce de ONGs e corações bons que chegam voluntariamente para ajudar”, comentou.

Além disso, Reinaldo informou que o Rotary Club de Lagarto está tentando minimizar as consequências do desastre junto ao comércio local. “Estamos tentando ajudar comovendo a sociedade e o comércio para apoiarem a nossa instituição, para fazer o que poder de melhor para minimizar a dor num momento tão difícil como esse”, disse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here