Depois da ocorrência de alguns casos de assédio sexual no ambiente acadêmico, a Universidade Federal de Sergipe (UFS) se comprometeu em implantar políticas para enfrentar e prevenir a ocorrência de novos crimes. A ação ocorreu em uma reunião junto ao Ministério Público Federal (MPF).

Na ocasião, a UFS apresentou um conjunto de medidas que adotou e que se encontram em implementação. Segundo a universidade, as ações são referentes à formação, ao acolhimento, ao atendimento psicológico, à mobilização e à divulgação do tema.

Reunião ocorreu no começo da semana (Foto: UFS)

De acordo com o MPF,  a orientação à comunidade acadêmica será realizada por meio de cartilha virtual com o objetivo de orientar e informar o passo a passo a ser adotado pela vítima no âmbito acadêmico e externo. “Para os novos alunos, o tema vai ser colocado logo na semana de acolhimento, para que eles tomem conhecimento do assunto, recebam orientação e saibam como proceder se surgir alguma ocorrência. A UFS também se compromete a realizar campanhas de sensibilização com cartazes, panfletos e divulgação na rádio UFS”, detalhou.

Além disso, o órgão informou que, “na reunião, a universidade se comprometeu a incluir no projeto pedagógico fundamentos e orientações a respeito da temática “violência de gênero no meio acadêmico, em especial do assédio sexual” para a comunidade UFS. O tema também será colocado em evidência por meio de exibições de filmes, documentário e mostras de fotografias”.

Com as medidas, a UFS pretende desde já coibir os agressores, como disse a vice-reitora Iara Campelo. “Junto ao Ministério Público, a gestão está abarcando toda a questão, tomando outra posição. E eu acho que, com isso, os próprios assediadores começam a ver que a universidade está tomando providências”, comentou.

Vale destacar que as medidas são o resultado da atuação do Coletivo Mulheres Livres, que vem encaminhando desde o início de 2018, junto ao MPF/SE e à OAB/SE, um projeto de conscientização sobre o assunto.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here