Nesta sexta-feira (19), será inaugurada uma sala de cordel na Biblioteca Municipal José Vicente de Carvalho, localizada em Lagarto. A sala contará, inicialmente, com 350 volumes doados tanto por cordelistas do estado quanto por amantes do gênero.

Segundo Assuero Cardoso, um dos objetivos é divulgar e incentivar a leitura através desse projeto literário, além de valorizar uma arte que é tão nordestina. Depois vamos, em parceria com as escolas, desenvolver projetos para utilizar as narrativas do cordel em práticas pedagógicas”, disse Assurero Cardoso, que é coordenador da biblioteca.

O Cordel

A literatura de cordel remonta ao século XVI, quando a impressão de relatos orais foram popularizados pelo Renascimento. Também conhecida no Brasil como folheto, literatura popular em verso, ou simplesmente cordel, este é um gênero literário popular e escrito, frequentemente em rimas. As estrofes mais comuns são as de dez, oito ou seis versos e o nome tem origem na forma como esses folhetos costumavam ser expostos para a venda, isso porque eles eram  pendurados em cordas, cordéis ou barbantes. No Nordeste o nome foi herdado, apesar dos folhetos não serem, necessariamente, expostos em barbantes. Muitos poemas também são ilustrados com xilogravuras, usadas também para ilustrar as capas.

Com informações do G1 Sergipe

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here