Desde o último final de semana, tem circulado vídeos nas diversas plataformas das redes sociais, convocando os caminhoneiros de todo o Brasil para uma nova paralisação nacional da categoria. O principal motivo da ação é a insatisfação de alguns motoristas com o novo piso mínimo de fretes estabelecido pelo governo federal, na última quinta-feira.

De acordo com a Folha Press, desde sexta-feira (19), quase 2 mil caminhoneiros se reuniram em ao menos 15 grupos de Whatsapp para discutir a possibilidade de uma nova paralisação das estradas nesta segunda (22).

Diante da ameaça de greve, o ministro de Infraestrutura, Tarcísio Freitas, informou à Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA) que se reunirá com a categoria durante esta semana, mas sem especificar o dia.

Neste sentido, um dos administradores da página citada informou que o ministro anunciou, por meio de um áudio, que a tabela de frete seria revogada já nesta segunda-feira (22). Mas a assessoria do mesmo não confirmou a autenticidade do áudio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here