Depois de muita espera, finalmente os procedimentos alusivos a reforma do prédio do Grupo Escolar Sílvio Romero, em Lagarto, começaram a andar. É que a Secretaria de Estado do Turismo (Setur) e a Companhia Estadual de Habilitação e Obras Públicas (CEHOP) assinaram um Termo de Cooperação Técnica para execução da licitação dos projetos executivos de restauração e reforma da casa.

Sem reforma, o prédio serve de habitat para animais, sem tetos e também como foco de doenças

Segundo o Governo do Estado, nesta primeira etapa, serão aplicados R$ 38.141,35 na “realização dos projetos executivos de restauração, estrutural, elétrico, iluminação cênica, cabeamento estruturado, circuito interno de monitoramento por câmeras, drenagem, esgoto, climatização, incêndio resíduos sólidos e descarga atmosférica”.

Vale lembrar que o Ministério do Turismo, por intermédio do deputado federal Fábio Reis (MDB), destinou uma verba de aproximadamente R$ 590 mil para a realização da reforma completa do prédio, o qual – após a sua restauração – será batizado de Casa da Cultura Sílvio Romero.

Casa Sílvio Romero

Sílvio Romero, nascido em Lagarto, foi um jornalista, folclorista, professor e historiador da literatura brasileira. A casa de cultura que leva o mesmo nome, fica localizada na antiga Rua Estância, no centro de Lagarto, próximo a igreja Matriz. O imóvel pertencia à família de Sílvio Romero, após sua morte, a casa transformou-se em um memorial da cultura lagartense e resgata a história do folclorista, além de promover o turismo na região.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here