O laboratório francês Servier, que possui base no Rio de Janeiro, quer comprar laranjas do tipo ‘Sukita’, produzidas em Lagarto e em toda a região centro-sul. A ideia da marca é produzir o Daflon, que é um medicamento indicado para o tratamento das insuficiências venosas crônicas, incluindo as hemorroidas e demais doenças circulatórias.

Representante da Servier visitou algumas unidades produtoras da região

De toda a produção da região, a Servier está interessada somente na Sukita, que são aquelas que caem naturalmente das árvores, uma vez que elas possuem a concentração ideal de Hesperidina, princípio ativo do Daflon.

A intenção da marca francesa foi anunciada pela Prefeitura Municipal de Lagarto, que informou estar articulando uma proposta de negócio que beneficie produtores locais, sejam eles grandes ou pequenos.

“Estamos em contato com possíveis parceiros, já que o custo que será vendido é bastante alto. Aqui a estabilidade climática é uma vantagem e será comprada toda nossa produção”, assegurou Fábio Frank, secretário de Agricultura.

A Servier – é a primeira empresa francesa farmacêutica independente, com 23 novas drogas em desenvolvimento, presente em 124 países com mais de 20 mil colaboradores. 

Segundo seu site oficial, em 2018, a marca obteve um lucro de R$ 4 bilhões, sendo que 25% deste faturamento foram reinvestidos em pesquisa e desenvolvimento.

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here