A Academia Lagartense de Letras fundada em 2013, vem durante esses 4 anos funcionando em sedes provisórias.

Primeira formação da Academia Lagartense de Letras
Primeira formação da Academia Lagartense de Letras

Primeiro funcionou na Rua Coronel Souza Freire, em sala cedida pela escola OACI Idiomas, depois passaram a se reunir na Câmara Municipal de Vereadores e até os dias atuais, no Colégio Estadual Professor Abelardo Romero Dantas (polivalente). Com a necessidade de obterem um prédio para melhor desenvolverem ações através da Academia, solicitaram ao Governo do Estado, através da Secretaria de Cultura, a desapropriação de um imóvel localizada na Rua Major Mizael Mendonça (antiga Rua de Estância), onde Sílvio Romero passou parte da infância quando morou aqui em Lagarto. Porém, foram contemplados com o espaço do prédio do antigo Grupo Sílvio Romero, que atualmente se encontra abandonado.

Foi iniciado o processo solicitando tombamento da casa e em uma das audiências com o governador Jackson Barreto para agilizar esse processo de desapropriação do imóvel, o próprio apontou o prédio do antigo Grupo Sílvio Romero, construído no governo Graco Cardoso localizada na Praça do Rosário e que funcionou a Biblioteca Municipal de Lagarto por um período.

Segundo o atual presidente, Dr. Paulo Prata: “contamos com a sensibilidade do governador Jackson Barreto, pois, a intenção era de conseguir algo bem menor e fomos presenteados com um prédio com bastante espaço e que vai possibilitar a realização de diversas atividades culturais que não seriam possíveis de serem realizadas no imóvel que tínhamos a pretensão de ocupar”, completou.

Academia em vista ao governador
Academia em vista ao governador

Por haver a necessidade de fazer uma reforma para que o prédio volte a funcionar, o governo justificou que diante da situação financeira do estado, não poder assumir sozinho as despesas de reforma. Com isso a Academia buscou o deputado Fábio Reis, que se prontificou a atender o pleito colocando dentre suas verbas do congresso a disposição do estado, a importância de R$ 500 mil para que se inicie a reforma. 

Já existia um projeto do estado de reforma para o prédio, esse valor irá suprir a 1° fase da reforma, para que a Academia possa se instalar e daí buscar demais verbas através de outros deputados e senadores do estado.

O dinheiro foi requisitado, porém, com a separação entre as secretarias do estado, cultura e turismo o recurso passou pra secretaria de turismo, ocasionando um contratempo no repasse da verba. No mês de setembro o deputado reapresentou a verba; falta apenas a liberação do estado para que as obras sejam feitas através da Companhia Estadual de Habitação e Obras Públicas (CEHOP) e que seja transferido o comando para a Academia.

A  expectativa é que até o final do ano essa verba já esteja liberada para que as obras se iniciem e que em 2018 a Academia Lagartense de Letras esteja instalados na sede e se torne uma casa de cultura que tem como principal objetivo preservar todo patrimônio cultural da cidade, para desenvolver uma programação cultural que irá suprir a carência desses espaços aqui na cidade.

Atual formação da Academia Lagartense de Letras
Atual formação da Academia Lagartense de Letras

Por Ane Lisboa do Portal Lagartense

3 COMENTÁRIOS

  1. Na verdade as minhas esperanças era que o prédio voltasse a ser uma biblioteca publica, o município precisa muito, mas fico feliz da utilidade que ele terá daqui pra frente afinal, era um absurdo um patrimônio como esse ficar na situação em que está.

  2. Finalmente!!!
    Excelente destinação dada ao patrimônio histórico e cultural que é aquele prédio!
    Como observou a GREICE KELLY no comentário acima: um absurdo o abandono em que se encontra o imóvel!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here